Capão Bonito, 18 de julho de 2024

Capão Bonito- Destaque

Massoterapeuta capão-bonitense foi convocado para a Seleção Brasileira de Futebol

Capão Bonito- Destaque

Massoterapeuta capão-bonitense foi convocado para a Seleção Brasileira de Futebol

A cidade de Capão Bonito se encheu de orgulho nos últimos amistosos da Seleção Brasileira de Futebol, contra as seleções de Uruguai e Camarões, disputados na Inglaterra.

O motivo principal não foi o fato de a seleção canarinho ter vencido os dois compromissos pelo placar de 1 a 0, mas sim a convocação do massagista capão-bonitense, Marcelo Clemines de Araujo, para compor a comissão técnica nesses compromissos.

Marcelo, que trabalha desde 2010 como massagista do time profissional do Coritiba, um dos grandes clubes brasileiros, foi convocado por sua competência e grande momento profissional, sendo um dos massagistas que estão em maior evidência e com mais qualificação em todo o Brasil.

As redes sociais formaram uma verdadeira avalanche de publicações e comentários pela convocação de Marcelo para a Seleção Brasileira. Centenas de capão-bonitenses ressaltaram o trabalho de Marcelo, por meio de fotos e vídeos do massoterapeuta junto aos nomes mais renomados do atual futebol brasileiro, como os jogadores Neymar, Gabriel Jesus, Roberto Firmino e o técnico Tite.

O técnico do Elosport Luiz Carlos Vilela, com que Marcelo começou a trabalhar falou da satisfação em vê-lo chegando ao sucesso profissional. “No Elo ele teve o nosso apoio e agarrou as oportunidades que apareceram. Para nós é um orgulho, ver uma pessoa da cidade chegando à Seleção. Ele me ligou para agradecer, quando foi convocado. Que Deus abençoe a caminhada dele”.

Marcelo Varela, um dos grandes amigos do massoterapeuta, também falou sobre a alegria em ver um companheiro chegar a uma posição de destaque no esporte. “Fico muito feliz, o Marcelo é uma pessoa simples, batalhadora e que venceu na vida. Chegar à Seleção é o sonho de todo o menino que gosta de futebol, isso prova que ele venceu na vida”, destacou.

O pai de Marcelo, o popular Nenê Caipira, em nome da família, também falou do sentimento em ver o filho trabalhando com os principais nomes do futebol brasileiro. “É uma alegria e emoção muito grandes. Quando ele foi convocado para a Seleção, tive um sentimento como se tivesse sido pai mais uma vez. O reconhecimento foi compartilhado junto a todas as pessoas que o apoiaram desde o início da carreira, como o Irineu Gonzales, Zé Augusto, Chicão, Marco Antonio e Gil, além, é claro, de toda a família que sempre esteve ao lado dele”, afirmou.

Biografia

Marcelo Clemines de Araujo nasceu em Capão Bonito no dia 11 de outubro de 1980, filho do casal Ana Maria de Araujo e João Ferreira de Araujo, (Nenê Caipira).

Estudo nos colégios Jacyra Landim Stori e Raul Venturelli. Aos 13 anos começou a trabalhar junto com o tio Nino, na fábrica de serragem de pó de serra.

Entre 1994 e 1997 jogava na escolinha do Elosport, onde começou a trabalhar na secretaria e no campo, ajudando a comissão técnica, até o ano de 1999. Foi no próprio time de Capão Bonito que começou a trabalhar como massagista.

Em 2000 trabalhou no clube Monte Negro de Holambra, que em 2001 mudou de sede para Avaré, em que conquistou o acesso da 6ª para a 5ª divisão do Campeonato Paulista.

No final de 2001 foi indicado para trabalhar na seleção de Antígua e Barbuda, uma pequena ilha do Caribe, onde disputou as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002 e uma Copa Ouro.

De volta ao Brasil, em 2003 trabalhou no Independente de Limeira na 3ª divisão do Paulistão, mas voltou para a seleção de Antígua e Barbuda para disputar Torneio.

Em maio daquele mesmo ano foi trabalhar no Primavera de Indaiatuba, aonde conquistou o vice-campeonato da 4ª divisão do Campeonato Paulista e acesso para a 3ª divisão.

Ainda em 2003, no período de outubro a dezembro, foi para o Al Kor do Catar, onde teve a oportunidade de trabalhar o técnico Renê Simões.

Em 2004 participou da Copa São Paulo de Futebol Junior pela equipe do Serra Negra e após a competição foi trabalhar pelo Iraty-PR, onde disputou o campeonato paranaense, onde alcançou grandes resultados e títulos, como bi campeão paranaense sub-20 em 2004 e 2005 e 3º colocado na Copa São Paulo em 2005.

Em 2007 trabalhou no São Bento de Sorocaba, disputando a 1ª divisão do Campeonato Paulista. No mesmo ano se transferiu para o Ituano, onde disputou o campeonato brasileiro da série B e o Paulistão em 2008.

Entre o segundo semestre de 2008 e o ano de 2009, deixou o futebol para se dedicar a sua empresa de reciclagem de madeira.

Mas o amor pelo futebol falou mais alto e em 2010 começou a trabalhar pela equipe do Monte Azul, onde disputou o Campeonato Paulista da 1ª Divisão. Ainda em 2010 foi contratado pelo Londrina, e no final do Campeonato Paranaense chegou a um dos grandes clubes do Brasil, o Coritiba.

Na equipe coxa-branca foi campeão brasileiro da série B, vice-campeão da Copa do Brasil, em 2011 e 2012. Foi ainda campeão paranaense em 2011, 2012, 2013 e 2017.

Antes de chegar a Seleção Brasileira principal, foi convocado para a sub-20 em três oportunidades: dois amistosos contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, amistosos contra o México e Japão e amistoso contra o Chile.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Veja também